Rio Branco finaliza planejamento para 2020 e anuncia plano de ações

A diretoria do Rio Branco finalizou esta semana seu planejamento para a temporada 2020. As reuniões realizadas entre presidência e diretores traçaram os principais planos para o próximo ano e as metas a curto e longo prazo até 2022.

“Já estamos trabalhando para o Capixabão do ano que vem desde a Copa ES. Os primeiros nomes do elenco serão divulgados no início de dezembro, sempre depois da assinatura do contrato e do registro dos atletas. O planejamento geral para os próximos anos é muito mais amplo, envolvendo questões dentro e fora de campo”, afirmou o presidente capa-preta, Luciano Mendonça.

Nas próximas semanas, mais ações traçadas dentro do planejamento serão divulgadas.

Primeiras ações

Categorias de base

O Rio Branco vai reativar as categorias Sub-15 e Sub-17, além de dar continuidade ao Sub-20. Haverá uma diretoria exclusiva para a Base, com o propósito de buscar investimentos específicos e fazer uma integração maior com o elenco profissional.

Os jogadores serão selecionados por seletivas, observações técnicas pelo Estado e através dos núcleos de base do Rio Branco.

Núcleo Oficial de Base

Uma das novidades é a Núcleo Oficial de Base do Rio Branco. A meta é ter 20 núcleos espalhados pela Grande Vitória e interior do Estado para atletas a partir de sete anos de idade. Os núcleos vão oferecer suporte técnico e metodológico visando formar jogadores do futuro e cidadãos conscientes através da prática do futebol.

Os atletas serão observados diariamente pela gerência do núcleo para a composição do elenco do Rio Branco que disputará Capixabão e a Copa Espírito Santo nas categorias Sub-15, Sub-17 e Sub-20.

Sócio-torcedor

O programa de sócio-torcedor do clube será ainda mais valorizado. Após a criação do plano popular de R$ 15 e do “Dia do Sócio-torcedor”, que leva os associados para os bastidores do Kleber Andrade em dias de jogos, novas ações estão sendo elaboradas. Uma delas é o oferecimento de produtos exclusivos e personalizados aos sócios, como camisas e brindes. Além disso, novos eventos para aproximar o sócio do elenco serão criados. A diretoria também está está traçando estratégias para ampliar a rede de vantagens e garantir mais desconto aos torcedores.

Futebol

A montagem de um elenco forte para a disputa do Capixabão é a grande meta do departamento de futebol para 2020. A proposta é manter uma comissão técnica experiente no futebol capixaba e nacional, já que o principal objetivo do ano é conquistar o Estadual e o acesso para a Série D do Campeonato Brasileiro. A diretoria de futebol já está trabalhando na montagem do elenco, que terá uma mescla de jogadores experientes e promessas do futebol capixaba e de outros estados. Os primeiros nomes devem ser anunciados no início de dezembro, após assinatura do contrato e registro dos atletas.

Negócios

Apostando na força da marca “Rio Branco” no mercado capixaba, a diretoria de marketing está criando um novo plano de negócios para fazer parcerias com grandes, médias e pequenas empresas do Espírito Santo e outros estados. O objetivo é viabilizar o futebol profissional e divulgar as empresas parceiras em diferentes plataformas: imprensa, publicidade e internet.

Panorama financeiro

A atual gestão assumiu o clube no fim de 2018 com mais de R$ 1 milhão em dívidas, sendo cerca de R$ 800 mil na área trabalhista, R$ 350 mil na área fiscal e R$ 300 mil na área comercial. Todas foram adquiridas por administrações passadas, que transferiram a gestão com o time rebaixado e sem deixar nenhum bem em nome do clube. Somente em 2017, ano em que a equipe caiu de divisão, foi gasto R$ 1,5 milhão. Já entre 2015 e 2016, as dívidas trabalhistas se multiplicaram, inclusive com processos referentes a outros esportes, como Futebol Sete.

Durante o primeiro ano da nova gestão, o clube sofreu diversos bloqueios judiciais por conta dessas dívidas. Tais bloqueios impediram a utilização de recursos das principais fontes de renda: bilheteria dos jogos, patrocinadores e programa sócio-torcedor. Ao longo da temporada, a diretoria trabalhou para negociar esses débitos e quitar parte da dívida, o que ainda está sendo feito. Diante deste cenário, dificuldades financeiras foram inevitáveis, mas as dívidas antigas estão sendo quitadas, assim como os débitos atuais, que são poucos.

Deixe uma resposta