Da Europa League para o Capixabão: conheça o atacante que está brilhando pelo Rio Branco

Entre os jogadores que treinam no elenco do Rio Branco, um rosto vem se destacando, cavando seu espaço no time e caindo no gosto da torcida. Trata-se do atacante Nildo Júnior, que tem na bagagem a experiência de já ter jogado a Europa League. Artilheiro em países como Polônia, Vietnã e Azerbaijão, ela agora busca a artilharia no Campeonato Capixaba.

No último sábado, Nildo saiu do banco para fazer o gol da vitória sobre o Estrela, que colocou o Capa-preta na terceira colocação do Estadual. A estreia foi na rodada anterior, contra a Desportiva, quando ele também saiu do banco e sofreu o pênalti que resultou no gol alvinegro.

Atacante de qualidade, o capixaba de 36 anos começou a carreira jogando futsal. A oportunidade para estrear nos gramados apareceu quando ele entrou para a faculdade, pois foi no Brasileirão Universitário que ele chamou a atenção de clubes profissionais de futebol.

Para realizar o sonho de seu pai, aceitou alguns convites que apareceram. Entre esses, havia a oportunidade de atuar em um país pouco conhecido pelo público brasileiro no futebol: o Vietnã. Assim, Nildo decidiu desbravar os gramados asiáticos, onde se destacou pelo Binh Dinh, em 2008, e abriu portas para o mercado europeu.

Na Europa, atuou em três temporadas na Polônia, jogando no Gornik Leczna e no Olimpia Grudziadz, tornando-se artilheiro e nome conhecido no futebol polonês.

Sua melhor fase, entretanto, foi no Azerbaijão. Lá, Nildo jogou a Europa League, um dos principais torneios do mundo. Seu time, o Khazar Lankaran, teve a chance de enfrentar o gigante Atlético de Madrid, em 2013. Além disso, sua passagem no país foi tão marcante que ele recebeu outro convite inusitado: o de se naturalizar azerbaijano.

“Disputar a Euroleague foi o ápice da minha carreira. Na época, fui um dos melhores jogadores do Azerbaijão e tive a oportunidade de me naturalizar, o que infelizmente não aconteceu”, conta o atacante.

Uma lesão no braço fez jogador pensar na sua aposentadoria, ainda mais após oito cirurgias. No entanto, após dois anos parado, Nildo se desafiou a voltar ao futebol e jogar em alto nível, escolhendo o Rio Branco como o clube certo para isso.

Ao ter a chance de demonstrar que ainda entende da bola no pé, quando marcou o gol decisivo no embate frente ao Estrela, declarou que estava muito feliz em ajudar o elenco capa-preta.

“Para mim, está sendo tudo muito diferente e gratificante. Estou jogando em minha cidade, no maior campeão do Estado. Então, depois de dois anos, só de voltar a jogar futebol, entrar na partida e decidir o jogo, tendo os meus familiares no estádio me acompanhando, foi uma sensação maravilhosa. Não tenho como mensurar minha alegria”, finalizou Nildo.

Deixe uma resposta